Qual a diferença do Gás Natural e o Gás Liquefeito de Petróleo ?

 

Tanto o Gás Natural quanto o Gás Liquefeito de Petróleo (GLP) são utilizados em residências com a finalidade de aquecer água dos chuveiros além do uso do fogão.

 

O Gás Natural também é consumido por diversos tipos de indústrias, dos segmentos metalúrgico, alimentício, ceramista, siderúrgico, madeireiro, químico, têxtil, elétrico e mecânico.

 

Os maiores consumidores das indústrias são aquelas que utilizam o gás natural para o processo de cogeração, ou seja, gerar energia térmica e elétrica simultaneamente.

 

Por serem substâncias altamente inflamáveis são passíveis de provocar acidentes. Para manter a segurança da sua casa é importante garantir o uso correto destes produtos.

 

Quais suas diferenças ?

Gás Liquefeito de Petróleo

 

O GPL é o composto de gases condensáveis que estão presentes no gás natural ou dissolutos no petróleo. Na prática, podemos dizer que o GPL é a mistura dos gases butano e propano.

 

Popularmente conhecido como “gás de cozinha”, por causa da sua principal utilização é uma dos fragmentos mais leve do petróleo e a sua queima é muito limpa, com baixa emissão de poluentes.

 

O Gás Liquefeito de Petróleo, não possui cheiro em sua forma original. Por este motivo é adicionado a ele o mercaptano, para denunciar qualquer vazamento através do odor característico.

 

Para garantir a segurança da sua utilização, a instalação correta deve ser feita somente com as válvulas e mangueiras homologadas e aprovadas pela ABNT e pelo INMETRO.

 

Confira algumas orientações de segurança para utilizar corretamente seu gás de cozinha:

 

 

video de manutenção em gás

Gás Natural

 

Trata-se de combustível fóssil encontrado na natureza, geralmente em reservatórios profundos do subsolo, relacionado ou não ao petróleo. Igualmente ao petróleo, ele também é resultado da degradação da matéria orgânica como fósseis de animais e de plantas pré-históricas, e é retirado da terra através de perfurações.

É Inodoro e incolor e de queima mais limpa que outros combustíveis, o Gás Natural é o resultado da mistura de hidrocarbonetos gasosos, principalmente o metano e etano.


Quais suas principais vantagens e desvantagens

Gás Natural: Seu fornecimento é feito pelas redes de distribuição de forma direta e ininterrupta, por este motivo a pressão do gás é constante e a chama estável.

Dissipa-se rapidamente em caso de vazamento por ser mais leve que o ar.

A medição de consumo e a fatura podem ser individuais, assim em condomínios, cada morador pagará somente pelo que consumiu.

Além do aproveitamento de espaço, pois não tem a necessidade de estocar e armazenar.

 

Gás Liquefeito de Petróleo: Como a composição é variável, a chama não é tão estável, seu fornecido é feito através de cilindros o que gera a necessidade periódica de efetuar a troca ou de recarregar o cilindro.

Por ser mais pesado que o ar a tendência seja se acumular no ambiente em caso de vazamento, pois não se dissipa com facilidade.

Outros artigos que podem te ajudar:

>>Tubulação Aparente de Gás e Água: Saiba tudo sobre elas!  * NOVO ARTIGO*

>>Quais são os benefícios de realizar a manutenção no sistema de gás? 

>>Como Instalar a Tubulação de Gás Residencial? 

>>Tubulação para gás: Compare as opções

 

Precisa de instalação, manutenção e projeto de gás natural e glp no seu estabelecimento ou condomínio em Belo Horizonte ou Minas Gerais?

Entre em contato com a RW Engenharia!

* visita sem custo para condomínios na região metropolitana de BH

 

copy-of-faca-contato-com-a-rw-engenharia

 

 

video de manutenção em gás

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.