Um SDAI (Sistema de detecção de alarme de incêndio) tem como finalidade, detectar inicialmente o fogo de modo que o mesmo possa ser combatido de forma imediata para que se possa preservar a vida, o patrimônio e o meio ambiente. Um incêndio, tão temido por todos, pode ser controlado se os sistemas de detecção e combate funcionarem

O sistema de segurança deve, antes de mais nada, ser inteligente e sensível para que possa operar de forma segura e integrada a uma rede de centrais de incêndio que compreende os detectores de fumaça, de aspiração, acionadores manuais, sinalizadores e módulos de controle.

Desta forma, você encontrará, através deste artigo, as informações necessárias sobre esse importante assunto que deve sempre ser levado em consideração, principalmente em edifícios onde a concentração de pessoas e atividades é maior do que em outros imóveis. Confira!

proposta de SDAI

Qual a importância de um SDAI?

Um sistema de detecção de incêndio (SDAI) deve ser planejado e disposto para identificar e também executar os comandos de alarme, sejam eles manuais ou automáticos, com o intuito de exterminar as chamas. Para isto, é importante que haja um controle a partir de modelos de servidores que possuam os seguintes aspectos:

Por mais cuidados que se tome, qualquer construção está sujeita à ocorrência de um incêndio. Nesse caso, é de suma importância contar com um mecanismo que detecte a situação imediatamente e estabeleça o controle, até que as pessoas possam evacuar o local e o Corpo de Bombeiros chegue. Trata-se de uma forma de cuidar tanto do patrimônio quanto da integridade dos moradores ou usuários. ‘

Além da segurança, vale ainda lembrar que o SDAI pode facilitar até na hora de contratar um seguro que cubra incêndio. Isso porque muitas seguradoras reduzem o valor da apólice nesse caso, e há ainda aquelas que sequer aceitam ofertar o seguro caso você não tenha o sistema.

video com sprinklers

Principais dispositivos de um SDAI

Não existe um único modelo de sistema de detecção de incêndio. Podem-se considerar os seguintes dispositivos:

Detector de fumaça de alta sensibilidade por meio de aspiração

É um modelo baseado no chamado sistema VESDA (Very Early Smoke Detection Apparatus – Aparato para detecção imediata de fumaça, em tradução livre) que contém uma rede de dutos internos que aspiram o ar, o qual passa por dois filtros, sendo que um deles tem o objetivo de deter as partículas de sujeira enquanto o outro de evitar a contaminação dos sensores.

Detector de fumaça de alta sensibilidade a laser

A sensibilidade deste modelo é muito superior a dos modelos tradicionais. Além do mais, ele possui uma câmara munida de um sensor com um laser bastante brilhante e um algoritmo que rejeita facilmente o alarme falso.

Detector de fumaça fotoelétrico

É um modelo que possui uma câmara óptica que consegue detectar vários tipos de fumaça provocada. A comunicação deste detector é realizada em grupo, ou seja, quando algum tipo de informação é obtida de forma diferente, a central de processamento se volta para este dispositivo para encontrar o problema.

Mini módulo monitor e relé

É o tipo de modelo que possui a função de supervisionar dispositivos e transformá-los em um ponto endereçável. Já o módulo relé tem a finalidade de ligar e desligar ventiladores e exaustores, além de ser responsável pela abertura de comandos e passagens restritas.

Módulo isolador de curto circuito

É o tipo de modelo que permite que parte do sistema continue funcionando, enquanto aqueles que estiverem ligados à falha ficam desligados. Assim que há um reparo da parte com problema, a operação total é retomada.

Funcionamento do Sistema

O SDAI pode funcionar de duas formas e de acordo com a necessidade do ambiente como se pode observar:

Alarme de incêndio em ambientes com detecção e sem combate a incêndio

É o tipo de alarme que é acionado no ponto ou sala central através de um som ou imagem e com a identificação do dispositivo e o local em que ele se encontra. Por outro lado, nenhum alarme ou sirene é emitido no local onde houve o disparo.

Alarme de incêndio em ambientes com detecção e combate a incêndio

O acionamento também é realizado na sala central e também pode ser realizado no local do disparo, cuja intensidade pode ser variável e de acordo com o problema.

Componentes do SDAI

Embora existam diferentes modelos e mecanismos de funcionamento, o sistema, de modo geral, conta com alguns aparatos básicos, que vamos descrever abaixo:

Como implantar o SDAI?

Se você ainda não conta com o SDAI em seu empreendimento, é hora de mudar essa situação! Entretanto, você precisa de profissionais qualificados para ajudá-lo. O ideal é procurar uma empresa especializada em engenharia e solicitar uma visita técnica. Assim, o profissional responsável vai até você para avaliarem juntos as suas reais necessidades.

Uma vez aprovado o orçamento, a empresa poderá realizar o projeto e instalação do sistema, com todos os componentes necessários para que ele seja seguro e efetivo. E muito cuidado na hora de escolher a empresa: ela precisa ter registro no CREA (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia) da sua região e contar com ao menos um engenheiro responsável em seu quadro de funcionários.

É importante salientar que…

O SDAI controla e previne prejuízos, e sua implantação em edifícios é um significativo investimento em proteção e segurança contra incêndios uma vez que, devido à demanda sobre o consumo de energia e instalações elétricas, máquinas e equipamentos têm hoje maior valor do que há décadas atrás.

O que você achou desse artigo? Qual a sua opinião? Comente abaixo!

Precisa de instalação, manutenção e projeto de SDAI, Escada pressurizada, Hidrantes ou componentes de combate a Incêndio em Belo Horizonte ou Minas Gerais?
Entre em contato com a RW Engenharia!

* visita sem custo para condomínios na região metropolitana de BH

proposta de SDAI

Eng. Felipe Wagner

Oxigênio Medicinal

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.